JNF produções
Unicesumar
Opções Lingerie
Trocou tiros na mata

Um dos maiores bandidos da região Norte morre em confronto com a Rone

Aroldo e Bárbara estavam com armas, drogas e muito dinheiro

05/09/2020 20h09
Por: Direto da Redação Geral
Fonte: Longah.com
Reprodução
Reprodução

Após 07 meses de levantamento de informações da Inteligência do Batalhão e da PMPI, e após 05 dias de infiltração na mata, na madrugada desta sexta-feira, 05 de setembro, por volta das 23:00 horas, após resistirem a ordem legal de prisão de uma Patrulha da PMPI, para cumprimento de 02 mandados de prisão, vieram a óbito duas pessoas.

O primeiro identificado como Antônio Aroldo Pereira Araújo, vulgo da mata, detentor de uma extensa lista de crimes como assaltos, roubos, tráfico de drogas e homicídios cometidos nos municípios de União, Miguel Alves, Lagoa Alegre, Nossa Senhora dos Remédios, Porto e Barras, bem como nos municípios maranhenses Duque Barcelar e Coelho Neto.

A segunda pessoa, posteriormente identificada como sua parceira e braço direito no crime, conhecida como Bárbara, após intensa troca de tiros numa mata fechada numa subida de uma colina na localidade Pedreira Buritirana, zona rural do município de Miguel Alves.

APREENSÃO:

Com os criminosos foram apreendidos:

01PT’s cal. .40 SAX90635/02 carregadores/18 munições;

01 PT cal. 9mm registro suprimido/13 munições/02 carregadores; municiados cada arma;

160 sacolé de Maconha;

169 sacolé de Crack;

01 invólucro 0.58 g maconha;

01 invólucro 339.7g maconha;

01 invólucro 0.69g maconha;

Balança de Precisão;

01 Motocicleta roubada Chassi NIE-0274 ;

Dinheiro em torno de R$ 5.800,75.

Aroldo e companheira foram mortos em troca de tiros que iniciou às 23h e se estendeu pela madrugada

O major Cleber Bezerra do BPRone, comandante da operação que culminou com a morte de Aroldo e da companheira relatou que o confronto aconteceu na  localidade Buritiana, zona rural do município de Miguel Alves. “A guarnição montou um cerco no alto da serra, onde o suspeito estava e durante a abordagem ele reagiu e teve início à troca de tiros”, contou.

“Ele resistiu à ordem de prisão no cumprimento do mandado e houve uma intensa troca de tiros. Iniciou por volta de 23h e se estendeu pela madrugada em cima de uma serra, em uma mata fechada e, infelizmente, aconteceu esse fato. Não era o que nós queríamos. Ele foi pego com duas pistolas, uma delas de fabricação turca, 9 mm, e uma pistola ponto 40, da Polícia Militar”, explicou o major.

Atualizado às 14:40

Diretor de inteligência da PM só confirma a morte de Aroldo e companheira.

O diretor de Inteligência da Polícia Militar do Piauí, Coronel Galvão, confirmou ao longah.com apenas duas mortes: a de Aroldo Pereira e a da companheira dele. Segundo o Coronel, Aroldo andava com um um grupo de cerca de 5 pessoas, mas que somente esses dois foram alvejados. “Estou aguardando mais informações de lá, porque a equipe ainda não voltou!”, disse.

Segundo ele, a equipe de inteligência da PM já estava monitorando Aroldo e a sua quadrilha. Contra ele já havia vários mandados de prisão. “Há três anos a gente tentava prendê-lo, monitorávamos as ações deles, mas a dificuldade em prendê-lo é porque era muito conhecedor da região e contava com pessoas que lhe ajudavam a escapar”, relatou.

Coronel Galvão explicou que Aroldo possuía no momento de sua morte, duas pistolas e três carregamentos. A companheira dele, terminou sendo atingida ao tentar dar fuga para ele. “Era ela uma das pessoas que tinha essa função, a de de ajudá-lo a escapar. Foi atingida ao tentar fazer isso”, explicou.

Questionado sobre a morte de outra pessoa identificada apenas como Erick, cujo corpo continuava às margens da PI 112 na manhã deste sábado, conforme mostram as imagens, o Coronel disse que ainda não poderia se posicionar se ele fazia parte da quadrilha e como ocorreu a ação que culminou com a morte de Erick. “O que eu fui informado é que esse rapaz morreu em decorrência de um acidente de trânsito”, completou.

Aroldo, namorada são mortos em confronto com a PM em Miguel Alves

O fugitivo da justiça e acusado de diversos assaltos identificado como Aroldo Pereira de Araújo, uma mulher que o acompanhava morreram em confronto com a polícia na localidade Buritirana, zona rural de Miguel Alves, na madrugada desta sábado (5)

Os mortos foram encaminhados para o Hospital de Miguel Alves e a perícia do Instituto Médico Legal já está à caminho da cidade.

Haroldo era uma lenda viva da criminalidade, que agia na região de Nossa Senhora dos Remédios, Porto, Campo Largo, Miguel Alves e Barras

Na foto, acima, mulher que andava com Aroldo e que pode ser a sua companheira também atingida por um tiro.

O longah está em contato com a Polícia Militar e em instantes repassa as informações apuradas.

A imagem abaixo mostra os policiais na porta do hospital de Miguel Alves na manhã deste sábado.

  • Um dos maiores bandidos da região Norte morre em confronto com a Rone
  • Um dos maiores bandidos da região Norte morre em confronto com a Rone
  • Um dos maiores bandidos da região Norte morre em confronto com a Rone
  • Um dos maiores bandidos da região Norte morre em confronto com a Rone
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Barras - PI
Atualizado às 23h49
26°
Poucas nuvens Máxima: 37° - Mínima: 25°
27°

Sensação

13 km/h

Vento

62.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Escritório Valmir Contábil
Anúncio
Municípios
Anúncio
Últimas notícias
JD máquinas
Mais lidas
Anúncio
Anúncio