Unicesumar 2
Unicesumar
JNF produções
Libertadores

Flamengo se vinga do Del Valle e garante classificação às oitavas da Libertadores

Não foram os mesmos 5 a 0 da altitude de Quito, mas o Flamengo se vingou em grande estilo do Independiente del Valle: com goleada por 4 a 0 e a classificação às oitavas de final da Libertadores

01/10/2020 08h39
Por: Direto da Redação Geral
Fonte: Estadão Conteúdo
Reprodução
Reprodução

Não foram os mesmos 5 a 0 da altitude de Quito, mas o Flamengo se vingou em grande estilo do Independiente del Valle: com goleada por 4 a 0 e a classificação às oitavas de final da Libertadores.

Beneficiado pela inesperada derrota do Júnior Barranquilla, em casa, diante do Barcelona, os cariocas carimbaram a vaga com uma rodada de antecedência.

Mesmo sem os reforços liberados da covid-19 desde o início, o Flamengo mostrou a força de atual campeão. Bruno Henrique saiu do banco para marcar duas vezes e fechar a goleada. Lincoln e Pedro fizeram os outros gols da festiva noite no Maracanã.

O Flamengo disputará a liderança da chave na rodada final, diante dos colombianos do Júnior, precisando só de um empate.

O único fato negativo do jogo foi o entorse de tornozelo do artilheiro Gabriel Barbosa, que pisou em falso no gramado cheio de areia e acabou substituído ainda no primeiro tempo.

Mesmo com o resultado negativo dos exames e a consequente liberação dos sete infectados de Guayaquil, antes do jogo com o Barcelona, o Flamengo não quis arriscar. Isla, Filipe Luís, Diego Ribas, Michael, Vitinho e Bruno Henrique iniciaram no banco de reservas.

O interino Jordi Guerrero sabia que seria um risco usar atletas que não fizeram um treino sequer desde o começo. Matheuzinho foi para o “sacrifício” pela falta de opções na direita. Mas havia o importante reforço de Gabriel Barbosa, recuperado de contusão.

Do lado equatoriano, nove dos 11 titulares presentes na goleada por 5 a 0 escalados por Miguel Ángel Ramírez, o que sugeria um cenário perfeito para a vingança carioca.

Mal soou o apito inicial e Pedro já aparecia na frente do goleiro Pinos. Um aviso que o Flamengo seria pressão total. Gabriel quase fez aos dois minutos. Antes dos 10, os cariocas ainda chegariam com Arrascaeta e Gerson.

O repertório era grande, diante de um rival que também mostrava coragem. Hugo Souza, destaque ao ser lançado contra o Palmeiras, foi testado algumas vezes e mostrou firmeza no gol. Era o famoso lá e cá. Chance de um lado, resposta do outro. Lincoln tentou de cabeça e Gabriel Barbosa, do meio de campo.

O Flamengo de pressão total finalmente chegou ao gol, com assinatura da base. Matheuzinho cruzou e Lincoln não desperdiçou Pouco tempo depois, Pedro ampliou após recuperação linda de Lincoln e passe preciso de Thiago Maia.

A primeira etapa só não foi perfeita por causa de nova lesão de Gabriel Barbosa. O artilheiro rubro-negro pisou em falso e torceu o tornozelo. Deu lugar a Bruno Henrique.

Ironia do destino, após rebote do goleiro, já na fase final, quem apareceria para ampliar? Bruno Henrique. O substituto de Gabriel entrou cheio de disposição. Ele transformaria a vitória em goleada com estilo. Recebeu de Arrascaeta, driblou o goleiro e fez o quarto.

A meta flamenguista era ganhar, mas devolvendo os 5 a 0 seria muito melhor para o ego do time. Jordi Guerrero, então, lançou outros recuperados da covid-19. Isla, Diego e Michael entraram e mostraram que também estavam “engasgados” com os equatorianos. Mas, apesar da busca pelo quinto gol até o fim, ele não saiu. A revanche, entretanto, foi decretada.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 4 x 0 INDEPENDIENTE DEL VALLE

FLAMENGO – Hugo Souza; Matheuzinho (Isla), Gabriel Noga, Natan e Ramon; Thiago Maia (Diego), Gerson e Arrascaeta; Lincoln (Guilherme Bala), Gabriel Barbosa e Pedro (Michael). Técnico – Jordi Guerrero (interino).

INDEPENDIENTE DEL VALLE – Pinos; Landazuri, Schunke, Segovia e Preciado; Pellerano (Montaño), Faravelli, Caicedo e Ortiz (Sánchez); Gabriel Torres (Chávez) e Guerrero (Alvarado). Técnico – Miguel Ángel Ramírez.

GOLS – Lincoln, aos 25, e Pedro, aos 30 minutos do primeiro tempo; Bruno Henrique, aos 5 e aos 26 do segundo.

CARTÃO AMARELO – Gabriel Noga (Flamengo) e Gabriel Torres e Alvarado (Independiente del Valle).

JUIZ – Fernando Rapallini (Argentina).

RENDA E PÚBLICO – Jogo disputado com portões fechados.

LOCAL – Maracanã.

Fonte: Estadão Conteúdo

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.